1.5.10

O logo do Google no dia do trabalho



O Google tem uma tradição de modificar seu logotipo de acordo com datas significativas, regionais ou globais. A partir de uma observação do @ubimidia e uma sugestão da @MagdaCunha o logo neste primeiro de maio de 2010 me chamou a atenção e gostaria de comentar alguns aspectos do design.

Em primeiro lugar, observo que o logo está circunscrito em uma textura de papel levemente amarelado. Esta textura sugere um papel de gramatura mais densa, sinal de uma impressão antiga. Lembra também processos de gravura, identificados nas artes gráficas como os principais processos de impressão anteriores ao estabelecimento de formas de produção em massa a partir do século XIX. O caráter de reprodução digital desta textura no logo não nos deixa esquecer que estamos vendo, enfim, um simulacro do papel e da gravura antiga. É com esta marca, de uma alusão marcada pela nostalgia e também pela releitura de um período de arte, cultura, política e economia, que vamos olhar para o conteúdo.

Os trabalhadores e suas máquinas no logo estão impressos apenas em duas cores. Fora o tom do papel, fosse isto uma gravura seria resolvida com uma passada de tinta preta e uma de tinta azul. Há pequenas imperfeições nas bordas e variações na densidade do azul, o que aumenta a sensação de realismo. Gravuras continuam a ser consideradas obras de arte quando são realizadas por artistas plásticos ou quando reproduzem obras deles. Gráficas como a Mourlot fazem bons negócios a partir de reproduções autorizadas.

O azul, o preto e o branco têm uma conotação local no Rio Grande do Sul que não vem ao caso agora. Aqui estas cores têm mais significado como índices de regularidade, constância e precisão. O vermelho, normalmente identificado com emoções de raiva ou sensualidade, é intrinsecamente humano a partir da cor do sangue que todos compartilhamos. Organizações como a Cruz Vermelha ou a Crescente Vermelha usam estas cores justamente por isto. Um bom livro comentando sobre cores é o de Ambrose & Harris pela Bookman.

A sugestão das cores é confirmada pelos desenhos. Vemos ali uma fantasia industrial que nos parece vinda direto de um passado neste momento cada vez mais pós-industrial digitalizado da economia. Não há ali máquinas de produção de conhecimento ou difusão de dados, mas sim aquelas que são diretamente vinculadas à ação física ou à produção de algo material. O modelo de uma siderúrgica ou indústria pesada é sugerido pelos rebites que prendem as chapas que formam as letras do Google. A presença do relógio e do apito nos lembram da necessidade da regulamentação do tempo nas relações entre patrão e empregados. O que toca a memória de quem estuda cinema.

Um dos primeiros filmes do nascente meio foi a "Saída dos Operários da Fábrica Lumière" de 1895 que mostra exatamente o que promete:


Há um parentesco entre os empregados da firma de material fotográfico dos Lumière e o boneco do centro da figura. Ao som do apito ele se prepara para deixar o trabalho com sua marmita. Mas tem em suas mãos uma ferramenta. A ideia do homem que opera com máquinas e ferramentas é fundamental ao pensamento ocidental, como afirma Heidegger. O que as ferramentas mostradas aqui sugerem, me evoca, é uma alusão a duas outras cenas do cinema. Uma do filme Tempos Modernos de Charlie Chaplin e a outra é do filme Metropolis de Fritz Lang. As duas estão abaixo:


Na primeira Chaplin subverte a mecanicidade da fábrica com a capacidade cômica de que era mestre.


Na segunda, Lang nos sugere que a estrutura de produção industrial é algo que sacrifica os trabalhadores e exige deles o máximo. As críticas ao capitalismo industrial fomentaram a elaboração de princípios ideológicos à esquerda, como o socialismo e o comunismo. Também destas fontes o logo do Google deste primeiro de maio foi buscar uma inspiração estética:



No pôster soviético de 1926 promovendo o censo vemos linhas compatíveis com o que está no logo de hoje. A ênfase no vermelho tem um caráter ideológico aqui e também cultural. De qualquer maneira há um alinhamento entre os trabalhadores e suas funções. A clareza ideológica do pôster soviético (que inclui até uma alusão a Lênin em sua base) é relida como um pastiche pós-moderno no Google de hoje.

A evocação do dia do trabalhador, no entanto, não é a de uma história tranquila. O dia foi estabelecido a partir de um massacre de trabalhadores em Chicago em 1886. Os trabalhadores batalhavam por uma jornada de oito horas diárias e entraram em confronto com a polícia que disparou nos manifestantes.

A releitura no logo ameniza estes conflitos justamente por retirar um elemento de cena: a relação patrão e empregado, fulcro do conflito trabalhista conforme interpretado pelo pensamento à esquerda. Não há patrões no logo do Google, apenas caixotes em permanente manutenção. Seriam os servidores digitais que provêm os serviços da companhia? Não sabemos, e tampouco um desenho precisa de uma ancoragem direta na realidade.

A homenagem ao dia do trabalho também nos lembra que um dos criadores do Google, Sergey Brin, nasceu em Moscou durante o regime comunista e emigrou para os estados unidos. Uma parte desta jornada entre culturas politicamente opostas é mediada neste logo do primeiro de maio. Há a arte tradicional iconográfica dos conflitos entre trabalhadores e indústria, mas ela é relida pelo olhar pós-industrial contemporâneo onde não há patrões e onde, apesar do apito, cada trabalhador parece ter estabelecido seu próprio turno de trabalho. Algo que evoca o ambiente em empresas de tecnologia contemporâneas.

A descontração da América é evocada, ainda, nos dois trabalhadores à esquerda do logo. Eles conversam e comem algo no alto de uma das caixas. A alusão é clara à clássica foto de Charles Ebbets onde mesmo com o risco das alturas há uma camaradagem no trabalho entre todos.

Enfim, uma pequena peça gráfica traz em si um diálogo intenso com a cultura e seus conflitos e mediações. Agora vou tirar o resto do dia do trabalho de folga e parar de escrever. Bom feriado a todos!



13 comentários:

tio_do_buteco disse...

Excelente post Tietzmann.

Roberto disse...

Obrigado, Élvio!

Jordana disse...

Muito legal teu blog!
Eu sou aquela tua aluna chata do primeiro semestre que tá sempre te mandando e-mail sobre os trabalhos hehehe
Quando tiver um tempo olha meu blog também, comecei faz pouco tempo, mas tá andando agora! :)
Beeijo

Roberto disse...

Obrigado, Jordana! Legal o teu sober publicidade também!

Karine disse...

Olá Roberto, meu nome é Karine Serezuella e gostaria de enviar a você um informativo de abertura do edital RUMOS LITERATURA 2010-2011 do Itaú Cultural, contendo o tema, prazos, prêmios e demais características do edital. Para tanto, por favor, me forneça o seu e-mail. Muito obrigada.
Grata pela atenção.
Karine Serezuella | Comunicação Dirigida | Itaú Cultural | São Paulo.
Tel 55 11 3881-1710 | kacks.sere@gmail.com

Anônimo disse...

I think, that you are not right. Let's discuss.

Anônimo disse...

There is nothing to tell - keep silent not to litter a theme.

Anônimo disse...

Il semble que vous soyez un expert dans ce domaine, vos remarques sont tres interessantes, merci.

- Daniel

Silvio Monteiro disse...

Sei que não tem nada a ver com este Post, mas achei referencia sua as Famosas Balas Gasosa... Sabe alguma coisa? Eu comia e adorava!

silviomonteiro@msn.com

www.silviomonteiro.blogspot.com

Anônimo disse...

dating online scotland http://loveepicentre.com/faq.php 100 free serious dating sites

Anônimo disse...

materials measurement software http://buysoftwareonline.co.uk/it/product-37144/SpotIM-1-8 shockmate software [url=http://buysoftwareonline.co.uk/product-35274/4Media-Video-Converter-Ultimate-6-5-MacOSX]measuring the returns of software packaging[/url] talking desktop 1.0 software download
[url=http://buysoftwareonline.co.uk/product-36740/RoomMate-5-0]RoomMate 5.0 - Software Store[/url] windows server 2008 r2 software
[url=http://buysoftwareonline.co.uk/de/product-37261/SWFKit-Pro-3-2][img]http://buyoem.co.uk/image/6.gif[/img][/url]

Anônimo disse...

[url=http://redbrickstore.co.uk/products/xplode--stamina--energy-and-sex-enhancer-.htm][img]http://onlinemedistore.com/9.jpg[/img][/url]
sample outline for pharmacy personal essay http://redbrickstore.co.uk/products/astelin.htm ku pharmacy school [url=http://redbrickstore.co.uk/products/alavert.htm]federal pharmacy law purchasing[/url]
pharmacy altanta georgia http://redbrickstore.co.uk/catalogue/y.htm northeast pharmacy [url=http://redbrickstore.co.uk/products/flagyl-er.htm]flagyl er[/url]
leonardtown pharmacy http://redbrickstore.co.uk/products/levitra.htm pharmacy jobs florida [url=http://redbrickstore.co.uk/categories/stop-smoking.htm]medi bud pharmacy[/url]
cvs pharmacy blood pressure http://redbrickstore.co.uk/products/purim.htm how to design a pharmacy from scratch [url=http://redbrickstore.co.uk/products/chloramphenicol.htm]chloramphenicol[/url]

Empilhashop disse...

Parabéns pelo blog, ótimo trabalho e muito bem estruturado. Att www.Empilhashop.com.br (empilhadeiras usadas)